Acompanhe nossas
Notícias

Realidade aumentada na automação industrial

Realidade aumentada na automação industrial

A quarta revolução industrial traz uma série de tecnologias que unem o físico ao digital, impactando todos os tipos de indústrias. Já abordamos aqui como a tecnologia aliada à interação humana tem permitido que os processos industriais sejam cada vez mais assertivos. Falamos também que existem plantas industriais digitais, totalmente integradas e com pouca interferência do homem na maioria dos processos. E também das tecnologias que formam os pilares da indústria 4.0: inteligência artificial, a integração de processos, os sistemas ciberfísicos, a internet das coisas (IoT) e a computação em nuvem.

Agora, vamos explicar como a realidade aumentada (RA) pode contribuir para o avanço industrial, auxiliando na tomada de decisões em tempo real, integrando o ambiente industrial às projeções virtuais e melhorando a produtividade e a eficiência dos funcionários. Confira!

O que é a realidade aumentada?

A realidade aumentada está entre as dez tecnologias aplicadas a uma indústria para que esta se torne 4.0. Mas como ela atua? Na verdade, a RA ajuda na criação das fábricas inteligentes uma vez que faz a interação entre o mundo real e o mundo virtual. Trata-se de uma ferramenta importantíssima para possibilitar que o usuário atue dentro de sistemas ciberfísicos com uma visão completa das aplicações e tenha acesso aos tutoriais dos comandos necessários para o reparo ou a elaboração de um novo processo. 

Isso pode ocorrer através da projeção de cenários virtuais sobre o mundo físico, permitindo uma integração em tempo real com informações e dados obtidos através de sistemas industriais, GPS, câmeras de vídeo e da internet. Com a ajuda dos dispositivos móveis, os equipamentos formam imagens que representam uma interação direta entre o usuário e os objetos em seu ambiente de trabalho.

Assim, a realidade aumentada é uma tecnologia que sobrepõe objetos virtuais no mundo real de forma integrada ao ambiente em que você está. A partir disso, é possível interagir com esses elementos. De maneira prática, na indústria, permite o acompanhamento virtual de dados de processo, a operação de máquinas, a produção em tempo real e a orientação de procedimentos de manutenção e segurança no ambiente industrial.

Como aplicar a realidade aumentada na indústria?

Existem diversas formas de aplicar a realidade aumentada no ambiente industrial. Veja algumas opções a seguir.

Melhora na comunicação: por meio de chamadas de vídeo, com óculos inteligentes e dispositivos móveis, é possível facilitar a comunicação entre as equipes.

Facilidade para operar: a partir do uso de aplicativos capazes de sobrepor as instruções ao campo de visão de um trabalhador e usando diagramas em tempo real, mensagens, conteúdo multimídia, é possível que as instruções sejam dadas remotamente.

Decisão em tempo real e antecipada: é possível a orientação de processos dentro das indústrias a partir da visualização de detalhes em tempo real que, se não observados, podem prejudicar a eficiência produtiva. Com isso há a visualização precoce de desvios operacionais e a previsibilidade de falhas, possibilitando a operadores a identificação de problemas operacionais em máquinas e equipamentos antes mesmo que eles ocorram.

Treinamentos: os funcionários podem treinar suas funções por meio da realidade aumentada, como a montagem de uma peça, por exemplo. A tecnologia, neste caso, permite que ele assista o passo a passo e treine até ter habilidade suficiente para fazer o trabalho.

Manutenção: máquinas específicas podem precisar de profissionais especializados para a manutenção e que não estão em período integral nas fábricas. Para uma manutenção emergencial, o técnico especializado pode orientar um funcionário que está na fábrica sobre o que fazer, mesmo estando à distância. Além disso, na manutenção preventiva, o técnico pode consultar manuais em tempo real, sem utilizar as mãos, durante a manutenção.

Informação a cada segundo: com o uso de aplicativos específicos, os técnicos podem segurar uma câmera em um ponto específico de uma máquina para se informar sobre todos dados em tempo real, como temperatura e níveis de eletricidade.

Controle da produção à distância: sem estar na fábrica, o gestor pode acessar o estado de um produto, como ele está montado, se apresenta defeito, quais defeitos, se tem algo faltando, em que etapa do processo de produção ele se encontra, qual a velocidade da sua produção.

Ganhos para a indústria

Apesar de ainda ser uma tecnologia nova, a realidade aumentada na indústria é capaz de trazer diversos benefícios. Veja alguns deles:

-        Aumento da produtividade;

-        Redução de custos;

-        Diminuição do tempo de manutenção e inspeção;

-        Maior segurança;

-        Tomada de decisões rápidas e eficientes.

Para a indústria, isso significa um grande avanço, principalmente na redução de riscos para trabalhadores, aumento da capacidade nas linhas de produção e otimização de recursos na capacitação e manutenção dos processos industriais.

Gostou das informações? Então não deixe de conferir o nosso post sobre cenário da automação industrial no Brasil.

compartilhe:
Acompanhe nossas mídias sociais
© SIEMBRA AUTOMAÇÃO 2017 - Todos os direitos reservados